WOOD FRAME

09 outubro 2015

O Wood Frame consiste em um sistema construtivo composto por perfis de madeira que em conjunto com placas OSB formam painéis estruturais super-resistentes que suportam o peso de telhados, pavimentos e ventos de até 300 Km/h e tem uma longa durabilidade acima de 30 anos.

Este método faz parte do Sistema CES – Construção Energétermica Sustentável – que compreende o uso de uma estrutura de perfis leves de aço (Steel Frame) ou de madeira (Wood Frame) contraventadas com placas estruturais.

Dentro dos painéis de parede fica a estrutura em madeira que são autoclavadas para a proteção contra cupins e umidade. Estas estruturas recebem o preenchimento com isolamento térmico e acústico e ambas as faces são fixadas chapas de OBS. Já na face externa são fixados chapas de cimentos e sobre elas podem ser colocadas qualquer tipo de revestimento como tijolinhos, texturas, cerâmicas e etc.

woodEsquematização – Painéis de parede

A madeira utilizada na fabricação do Wood Frame é a de arvore pinus, cuja a extração é reflorestada.

ETAPAS CONSTRUTIVAS

  1. Fundação

O Wood frame pode ser feito com qualquer tipo de fundação, isto por sua estrutura leve e distribuição uniforme de cargas.

  1. Estrutura

Com o esqueleto montado é aplicado o OBS, placa estrutural que contraventa e veda a estrutura de paredes entrepisos e telhados.

  1. Paredes

 As paredes são compostas por montantes verticais em madeira, dispostos em consonância com painéis de OSB. As ligações entre os elementos estruturais no painel são realizadas com a utilização de pregos, sendo que, estes elementos metálicos de fixação necessariamente, devem ser galvanizados, pois deverão ter vida longa de serviço.

  1. Lajes

A melhor opção para execução de lajes e mezaninos no wood-frame é o OSB, que deve ser instalado sobre um vigamento metálico. No Wood Frame a laje pode ser do tipo:

Seca:  executada com a aplicação do OSB diretamente sobre o vigamento de madeira ou metálico, garantindo a resistência e permitindo a aplicação de diversos revestimentos como laminados de madeira, assoalhos, tábuas corridas entre outros.

Mista: a diferença entre a laje seca e a laje mista é que na laje mista é colocado um contrapiso de 3 a 4 cm de argamassa sobre o OSB, reforçado com fibras de aço ou fibras de Polipropileno.

  1. Instalações elétricas e hidráulicas

Elas podem ser idênticas ao de uma construção convencional, mas comparando-se com as construções em alvenaria, o uso de paredes agrega praticidade e agilidade à construção e em eventuais reparos, ao permitir embutir as instalações nos vãos internos aos montantes.

  1. Isolamentos

O Wood Frame apresenta um ótimo conforto térmico e acústico. Além disso, permite a utilização de diversos tipos de isolamento que podem ser instalados nas paredes internas e externas, forro e telhados de acordo com a necessidade do projeto.

  1. Esquadrias

As instalações de portas e janelas podem ser executadas de maneira similar ao sistema convencional, com espuma de poliuretano ou com parafusos.

  1. Coberturas e telhados

Sobre as paredes portantes do último piso são aplicadas treliças pré-industrializadas, e seu espaçamento pode ser de 60 cm a 120 cm, dependendo do tipo de telha utilizada.

VANTAGENS DO WOOD FRAME

  • Obra seca e limpa, gerando menos resíduos;
  • Pré-construção em ambiente industrializado, reduzindo o tempo da obra;
  • Utiliza madeira de reflorestamento, única matéria prima renovável na construção civil;
  • Durabilidade e eficiência das construções;
  • Estabilidade do preço da matéria prima;
  • Flexibilidade de projeto;
  • Conforto e resistência;
  • Maior facilidade de manutenção;
  • Ecologicamente sustentável;

Por ser um método minucioso e preciso o Wood Frame permite a fidelidade orçamentaria, evitando gastos desnecessários.