SISTEMA CONSTRUTIVO MODULAR – TIJOLO ECOLÓGICO

15 janeiro 2016

O Tijolo Ecológico é um dos vários métodos construtivos que como o seu próprio nome já diz é – ecologicamente correto – diferentemente dos tijolos comuns que além de serem queimados após sua moldura, consumem madeira e emitem gazes poluentes na atmosfera.

O também conhecido como – Tijolo Modular – ou – Solo-Cimento – surgiu através de diversos processos evolutivos ao longo dos anos, mas foi em 1935 que este tijolo passou a ser realmente usado.

No Brasil, a sua utilização iniciou-se somente a partir de 1960.

 O Tijolo Modular é composto basicamente por solo, cimento e agua. A sua fabricação varia conforme os objetivos de uso e de acordo com o processo a ser utilizado.

Uma das vantagens no uso dos tijolos Ecológicos é que ele dispensa rejuntes gerando assim, uma economia a mais na construção (cerca de 20%). Outra vantagem em relação a isto e o tempo de execução da obra que é reduzido em até 50%. Temos ainda:

– Maior durabilidade;

– Obra limpa e sem entulhos;

– Não agride o meio ambiente;

– Esteticamente agradável.

– Reduz o desperdício de materiais;

– Flexível (podendo aceitar reboco, pintura, grafiato, etc.);

 – Leve (aliviando o peso sobre a fundação evitando gastos com estacas e sapatas);

– Sustentável;

– Esteticamente bonito, dentre outros;

Contudo, os Tijolos Ecológicos é uma ótima opção para construção de edificações e residências, pois além de ajudar no desenvolvimento sustentável e na responsabilidade socioambiental na construção civil também é econômico em diversos aspectos.