SANEAMENTO BÁSICO

13 Maio 2016

O acréscimo acelerado da população mundial, o decorrente aumento na produção de resíduos e o descarte indevido desses resíduos no meio ambiente, têm causado grandes problemas para a sociedade e meio ambiente. Em vista disso, investimentos em serviços de saneamento básico é fundamental na sociedade, para evitar que fatores assim cresça ainda mais.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), o Saneamento básico é o controle de todos os fatores do meio físico do homem, que exercem ou podem exercer efeitos nocivos sobre o bem-estar físico, mental e social. De outra forma, pode-se dizer que saneamento caracteriza o conjunto de ações socioeconômicas que tem por objetivo alcançar salubridade ambiental e social.

No Brasil, o saneamento básico é um direito assegurado pela Constituição e delimitado pela Lei nº. 11.445/2007 como o conjunto dos serviços, infraestrutura e Instalações operacionais de abastecimento de água, esgotamento sanitário, limpeza urbana, drenagem urbana, manejos de resíduos sólidos e de águas pluviais.

A aplicação de serviços de saneamento básico no pais é um fator essencial para poder ser chamado de país desenvolvido, sem falar, que os serviços de água tratada, coleta e tratamento dos esgotos, etc. levam à uma melhoria continua na conservação do meio ambiente e na qualidade de vida dos habitantes das cidades. Porém, muitas cidades do interior do país, principalmente nas regiões norte e nordeste, ainda apresentam deficiências nesta área.

trata_BR

Fonte: Instituto Trata Brasil