protecao_combate_incendios_avcb_arqcruz_engenharia

PROTEÇÃO E COMBATE A INCÊNDIOS, PONTOS IMPORTANTES A SEREM OBSERVADOS

02 julho 2015

Mecanismos que previnam acidentes e danos à vida humana, ao meio ambiente e ao patrimônio são pontos que devem ser observados já durante a fase de execução da obra, seja ela uma reforma ou construção, de edifícios com maior concentração/ circulação de pessoas, como imóveis comerciais e industriais. Tais mecanismos constam da Lei de Segurança de Incêndio e Pânico, conjunto de normas que deve ser observado para obter o Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros, o Avcb.

Necessário para a conquista do alvará de funcionamento, o Avcb atesta que o espaço conta com equipamentos para a Proteção e Combate a Incêndios, oferece condições seguras para abandono em caso de pânico e permite fácil acesso para que os integrantes do Corpo de Bombeiros possam agir.

Providenciar a instalação de um sistema de proteção contra descargas atmosféricas (raios), de corrimão em escadas e patamares, portas corta-fogo com barra antipânico, piso antiderrapante e coluna de ventilação fazem parte das especificações, assim como manter em funcionamento a iluminação de emergência, a ser acionada durante queda de energia. Não permitir qualquer tipo de obstrução na rota de fuga, como vasos, lixeiras ou outro tipo de mobiliário, e proporcionar acesso de viatura da edificação e áreas de risco também são cuidados a serem tomados e que serão observados durante a vistoria dos bombeiros.

É importante lembrar que os itens podem sofrer alteração de acordo com a área total do imóvel e o uso a qual a edificação se destina, área construída e época de sua construção. A formação e treinamento de brigada contra incêndio é um deles.

Após a instalação e checagem de equipamentos, seu funcionamento deve ser oficialmente atestado pela Anotação de Responsabilidade Técnica (ART) e demais laudos de equipamentos emitidos pelo engenheiro responsável pela obra ou por empresas especializadas em pré-vistoria e regularização junto ao Corpo de Bombeiros.

A última etapa diz respeito à vistoria propriamente dita para a emissão do AVCB. Em São Paulo, o prazo é de três anos.

Para mais informações, entre em contato com a ARQCRUZ Engenharia. Teremos o máximo prazer em responder a todas as suas questões.